Quais são os cuidados especiais para o paciente em tratamento contra o câncer?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Alguns hábitos simples do dia a dia precisam ser adaptados quando há um diagnóstico de câncer. Durante o tratamento, os pacientes tendem a ficar com a pele mais sensível, por exemplo, surgindo coceiras, vermelhidões, irritações e outros efeitos colaterais. Para os homens, em especial, o momento de fazer a barba precisa ser mais cauteloso, assim como para as mulheres que praticam depilação com lâmina.

Esses sintomas ocorrem porque a quimio e a radioterapia fragilizam as defesas do corpo e tornam a derme mais sensível. Por isso, é importante sempre ter orientação médica a respeito de qualquer cosmético a ser utilizado, mesmo desodorante e perfumes. Os cuidados também são ampliados para produtos utilizados para curativos em feridas.

 O INCA elencou alguns dos principais procedimentos que devem ser aderidos pelos pacientes oncológicos para uma rotina mais tranquila e sem revezes, no trato diário da pele. Selecionamos os mais relevantes e os detalhamos na lista abaixo. Confira:

Em tratamentos com Radioterapia e Quimioterapia

1. Prefira roupas que não sejam apertadas, desde as roupas íntimas, até camisetas com gola justa, calça jeans e tecidos mais resistentes e pesados. Também não são recomendados materiais sintéticos, como tipo nylon, lycra, cotton. Dê preferência ao algodão, que é macio e permite que a pele respire;

2. A pele precisa ser protegida da luz solar até um ano após o fim do tratamento. Utilize protetor solar, blusa ou camiseta todos os dias;

3. Evite ambientes muito quentes ou frios, como saunas, banhos com temperaturas elevadas ou muito baixas, bolsas de água quente ou com gelo na região afetada. Não se expor a lâmpadas solares ou qualquer outro material sobre a pele em tratamento;

4. Ao se depilar e fazer a barba, tenha bastante cuidado para não se cortar, preferindo o uso de barbeador elétrico;

5. Seja cuidadoso ao cortar as unhas não muito curtas e evite retirar as cutículas, pois são consideradas uma barreira de proteção para corpo;

6. No caso de irritação da pele, lavar com água e sabão neutro, e após usar uma toalha macia, sem esfregar, para secar a área.

7. Use hidratantes que não contenham álcool, como óleo de amêndoas e leite de aveia, em caso de ressecamento da pele ou descamação;

8. Não use desodorantes que contenham álcool.

Ainda, alguns medicamentos podem causar lesões na pele que podem causar algumas complicações. Caso isso aconteça, reporte ao aplicativo Thummi e, se necessário, acione a equipe médica que acompanha o caso. De imediato, o paciente pode tomar algumas providências:

9. Lavar a região com água e sabão em água corrente e mergulhar em água gelada durante 20 minutos, várias vezes ao dia, até que desapareça a vermelhidão;

10. Manter a área em elevação o maior tempo possível.

Especialistas explicam que os pacientes em tratamento, seja com quimioterapia, imunoterapia ou mesmo com medicações orais em casa, precisam de uma atenção especial. Os cuidados com a rotina do corpo auxiliam de forma significativa a transpor este momento de uma forma mais amena e menos dolorosa.

Mais para explorar

Assine nossa newsletter

Ao navegar neste site, você aceita os cookies que usamos para melhorar sua experiência. Saiba mais no nosso termos de uso política de privacidade